"> Katy Perry não tem medo de “verrugas e tal” em seu filme – Portal Katy Perry


Katy Perry não tem medo de “verrugas e tal” em seu filme

Leia um resumo da entrevista de Katy para o site Reuters.


O Yahoo! postou um resuminho da entrevista que Katy deu ao site Reuters, a qual ela fala de seu novo filme, Part of Me.

Tudo começou como apenas mais um show filmado, mas quando o casamento de Katy Perry com o comediante Russell Brand acabou, seu documentário se transformou no que ela chamou de “verrugas e tal.”

“Katy Perry: Part of Me”, que estreou em 3D, não é nada além que um programa tradicional. A maioria dos artistas não se ousaria a mostrar aos fãs quando eles acordam de manhã, sem maquiagem, ou pior, se contorcendo de chorar no camarim. Mas Perry insistiu para que todos vejam essa parte da vida de um artista.

“Não tenho nada contra em mostrar o que está por trás da cortina,” Perry, de 27 anos, contou ao Reuters em uma entrevista recente. “Não vejo nenhum problema em mostrar essa parte de mim, porque isso ajuda as pessoas se relacionarem melhor [comigo] e pensar que também sou um ser humano.”

De cara, o filme relata a cantora em sua primeira turnê mundial em 2011, mas enquanto o ano seguia, “Katy Perry: Part of Me” narrou o fim de seu casamento com Brand, a quem ela se casou em 2010. Em dezembro de 2011, eles se separaram e, em fevereiro, se divorciaram.

O filme mostra Brand no início, felizmente visitando Perry nos bastidores e a colocando em seu carro. Mas logo ele desaparece da história, e Perry começa a sofrer colapsos emocionais e crises de choro, enquanto sua equipe parece impotente.

O filme humaniza Perry de uma forma que é rara de se ver em Hollywood, onde as estrelas vivem em um mundo glamoroso, com estilos de vida despreocupados.

Na verdade, o sucesso de Perry foi baseado principalmente em uma personagem sempre mudando a cor do cabelo e vestido roupas coloridas, cheias de cupcakes e pirulitos. Ela canta canções pop como “California Gurls”, “Hot N Cold”, “Teenage Dream” e “Last Friday Night (T.G.I.F.)”

Seu terceiro álbum de estúdio, “Teenage Dream”, viu cinco singles no topo das paradas. Ela já vendeu 11 milhões de álbuns no mundo inteiro e ganhou 8 indicações no Grammy.

Diga isso a seus fãs
A cantora, também conhecida por hinos inspiradores como “Firework” e “Part of Me”, está consciente de sua influência sobre os fãs mais novos, e ela disse que com o filme, ela queria que eles a vissem em seus momentos bons e ruins para que eles pudessem saber “que não precisa ser perfeito para ser famoso.”

Ela inicialmente queria documentar um período em que sentiu que “algo grande estava acontecendo” em sua carreira, mas não tinha ideia de que seu casamento iria desmoronar.

“Eu queria compartilhar isso com meus fãs, mas eu não sabia em que condição seria,” ela disse.

Depois de alguns meses, Perry disse que aprendeu “uma lição de valor inestimável”, que inclui “se recusar a mudar suas opiniões”, quando aqueles em torno dela quiseram mudá-los e que haverá sempre “um obstáculo se você deseja alcançar algo.”

Ela manteve silêncio sobre os detalhes de sua separação com Brand, embora a mídia tem especulado sobre o motivo disso ter acontecido.

“Não tem como controlar isso, e você tem que aceitar que isso é parte do trabalho”, disse Perry. “Mas tive o cuidado em cada passo que dei… nós dois estamos tentando manter esse segredo [do divórcio] entre a gente.”

Ela espera que os fãs tirem de “Katy Perry: Part of Me” a lição de que “se você tiver problemas, está tudo bem e você não está sozinho se pensa que seus problemas são únicos.”

“Não posso ser sempre a rainha dos doces, então acho que é hora de preferir as coisas mais simples do que as extravagantes.”

Tradução e adaptação por: Equipe Portal Katy Perry
Não reproduzir sem os créditos.

4 Comments

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Confira também Entrevistas