Katy Perry fala sobre sua nova linha de maquaigem para a Vogue Magazine.


 

PKP

“Eu só preciso de um batom que faça meu rosto se destacar!” disse Katy Perry enquanto comentava sobre o visual que ajudou-a a tornar-se famosa. Voltando para 2008, quando “I Kissed a Girl” dominou as rádios e colocou a cantora sob os holofotes: aquele batom de cereja avermelhado tornou-se sua assinatura, assim como sua franja Bettie Page e seus cílios de boneca. Desde então, a cantora de 31 anos se transformou em uma camaleoa da beleza, que troca facilmente de uma boca manchada de vinho para uma peruca azul. Então, talvez não seja nenhuma surpresa que Perry tenha anunciado o lançamento de sua primeira linha de cosméticos: uma colorida colaboração com a Covergirl que inclui dois rimeis e treze batons mattes que variam de um ‘rosa pétala’ para um preto, pensados para serem acessíveis e um kit de maquiagem para seus fãs mais leais.

“Eu quis fazer isso com a Covergirl.” disse Perry, que revelou sua colaboração hoje, através de seu Twitter. “Um batom preto e um rímel azul é algo bem Tumblr, todos nós sabemos disso. Eu disso pare eles: é isso o que as pessoas estão usando online, isto é o que usam no Instagram“. Nomeada de Covergirl Katy Kat Collection, os batons individuais serão lançados em março, e os rimeis logo depois, e nós os veremos em Katy e seus amigos durante o Coachella, que ocorre essa semana. “Escolheremos um tema para cada dia, – um dia seremos românticas Lolitas, no outro, vampiros – e eu combinarei meu batom com esses temas.” ela explicou, falando da paleta de cores que demorou cerca de um ano para ser criada, com inspirações na logo do MoMA e em memes do Tumblr. A embalagem branca e macia também foi uma escolha de Katy, para sugerir fórmula fosca porém hidrante e confortável. Perry também revelou sua secreta obsessão pelo Tumblr, sua técnica de como aplicar rímel como uma profissional, e deu um sneak peak de seu look para o Met Gala deste ano.

Sobre a maquiagem durante infância:

“Eu sempre estive experimentando com minha maquiagem. O que é interessante é que, mesmo que eu tenha crescido em um lar protetor, mesmo que eu não pudesse usar uma tanga ou qualquer coisa do gênero, minha mãe sempre dizia: você deveria usar um pouco de batom, e eu tinha apenas doze anos! Era muito estranho e eu usava batom de todas as cores quando eu tinha doze ou treze anos. Eu usava nas minhas bochechas, nos meus olhos, e eu adorava os batons vermelhos clássicos. Quando comecei a desenvolver meu próprio estilo, eu achava que era uma pinup. Eu era obcecada por elas aos 13 anos: eu fazia um delineado preto e colocava um batom vermelho e saia de casa.”

Sobre sua vida secreta de Tumblr Girl:

“O Tumblr é aonde encontro minhas inspirações. Eu sigo pessoas muito legais que são apenas elas mesmas, e então eu começo a seguir os amigos delas. Sou como um ninja, ninguém sabe que estou vendo a vida deles. Para mim, é um site que reconheço como meu porto seguro, pois é muito mais sobre a arte do que sobre a conversa – não é sobre as ‘curtidas’, não é uma plataforma narcisista. Há ‘reblogs’ e ‘likes’ mas não é a mesma coisa que um ‘double tap’ (forma de dar like em uma foto do Instagram). Eu gosto disso, é mais puro, é mais criativo.”

Sobre seu batom ideal:

“Pessoalmente, eu prefiro um cobertura fosca do que uma brilhante, porque um gloss acaba deixando sua marca em tudo. Eu quero poder por meu batom uma vez de manhã e não ter de me preocupar com isso por algumas horas, entende? Meus batons são hidratantes, não fazem você parecer como se não tivesse bebido água por duas semanas. É claro que você não quer sua boca ressecando só porque quer que um batom dure para sempre na sua boca. Você quer parecer hidratada!”

Sobre seu look do Met Gala:

“Eu vou usar meu batom chamado Perry Panther para o Met Gala, e será maravilhoso, – é preto, é diferente. Será muito divertido, e é uma tendência, sabe? Está em várias passarelas ultimamente. Eu já contei ao meu namorado que não poderemos nos beijar, a não ser que ele queira lábios pretos. Também seria muito legal usar meu rímel azul com meu batom preto e definir minhas sobrancelhas.”

Sobre sua técnica de passar rímel:

“Eu gosto de passar da raiz para as pontas, e faço isso tanto nos cílios de baixo, como nos de cima. É um lento processo que inclui várias camadas de produto, umas três. Eu espero um tempinho antes de passar uma nova camada para a anterior poder secar.”

Sobre sua escolha de cosmético para uma ilha deserta:

“Ah, por que vocês me fazem escolher? Provavelmente eu escolheria meu batom Kitty Purry, porque se eu, acidentalmente, só estivesse com ele em minha bolsa, eu pensaria: okay, posso passá-lo nas bochechas e nos olhos se eu esfumar bem. Dá para ser bastante criativo com apenas uma cor. Você não pode fazer isso com rímel, mesmo que ele seja essencial. Batom e rímel são duas coisa que eu preciso ter, mas se você está me mandando escolher um, eu vou com o Kitty Purry espalhado em toda a minha cara.”


0 Comments

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Confira também Destaques