Katy Perry fala sobre novo álbum e divórcio


Katy recentemente falou para o Entertainment Weekly sobre a influência de seu divórcio em “Prism”.

“Bom, imagina o que você passa. Imagine o que acontece quando você passa por um término. Todos nós passamos por isso e todos nós ficamos depressivos e desesperados. As letras são bem diretas e autobiográficas. É assim que eu escrevo. Mas a coisa sobre essas letras é que você me vê ganhando força durante a música. Elas começam realmente lentas e aí eu meio que me levanto e digo “Não!”.

A cantora também comparou o brutal divórcio com “levar um soco” em outra entrevista com o Sunday Times.

“Eu não sou o tipo de pessoa ‘O que não te mata te fortalece’. Eu fiquei de cama por duas semanas. Eu estava realmente fodid*, sim. Doeu muito, e eu tenho uma grande cicatriz.”

Katy também descreveu como isso afetou seu estado mental.

“Infelizmente, embora eu tenha esse perfil externo de auto-identidade, eu não tinha o interno. Eu não tinha construído isso. Minha auto-estima estava sempre nas mãos de outra pessoa. E isso nunca foi uma boa ideia. Porque isso pode ser arrancado de você a qualquer momento. E foi… Foi destruído”.

Recentemente, Katy também admitiu achar as coisas com John Mayer mais fáceis.

“Tudo é mais fácil. Você sabe… Chegar em casa e dizer que teve um show ruim, e sentar para explicar o porque e escutar “eu entendo, porque também tive um”. E nós até compartilhamos música, quando achamos uma banda interessante e tudo mais. Até as saídas para dançar são mais divertidas!”

0 Comments

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Confira também Sem categoria