Confira entrevista de Katy à Entertainment Weekly


“O que quer dizer ser a maior popstar do mundo?”

Katy está na capa da Entertainment Weekly dessa semana, e concedeu á eles uma entrevista onde falou sobre John Mayer, Miley Cyrus, Lady Gaga e sobre a inspiração para a música Legendary Lovers. Os entrevistadores uma semana inteira acompanhando Katy, enquanto ela ia de Los Angeles para Londres, e em seguida Nova Iorque. Eles até brincaram na publicação em seu site, dizendo “Alerta: Nós vimos os seios dela”.

“Vocês vão ver todos os tipos de coisa”.

A revista também brincou sobre uma das noites que passou com Katy, tomando chá em um hotel de Londres, e falando sobre as contas no twitter em que fãs fazem homenagens aos seios de Katy.
As revelações de Katy variaram, mas a primeira coisa a ser comentada fora a inspiração para a música Legendary Lovers, nada mais nada menos que seu atual namorado, John Mayer.

“Na verdade, eu escrevi em um e-mail para ele uma vez, e depois que escrevi olhei. Nós tivemos um longe namoro antes de tornar qualquer coisa pública, apenas escrevíamos cartas um para o outro. E vendo “Legendary Lovers”, soou tão agradável. Algumas coisas flutuaram em minha mente, e eu investi nelas.”

Logo depois, Katy comentou sobre a artista mais comentada do momento: Miley Cyrus.

Ela tem o quê, 19 ou 20 anos? Ela está apenas vivendo a vida dela. Ela é super nova, e não existe um livro especializado em como fazer isso. Cada um acha seu próprio jeito. Quero dizer, Madonna também estava pelada. A coisa é que, as pessoas vêm até mim e me perguntam o que eu penso sobre essas garotas, mas no final disto tudo eu não deveria ser considerada a “polícia dos comportamentos”, porque nem sempre estarei em meu melhor comportamento.

Em sua relação com Lady Gaga, Katy não escondeu que as duas acham melhor esconder a rivalidade em público.

“Gaga e eu gostamos de evitar essa rivalidade em público, porque não é saudável. Você quer sentir a música. Você quer que isso ressoe e se identifique com você. Você não pode ver isso como uma competição porque isso arruina a razão pela qual você ama música. Mas acho que nossos grupos de fãs são tão grandes e fortes, que eles usam isso como munição.”

0 Comments

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Confira também Entrevistas